Olá Cliente Orsitec, 

Vamos falar sobre INVENTÁRIO DE ESTOQUE!

Leia até o final, precisamos do seu retorno.

Nos finais de ano lembramos os clientes a necessidade de realizar o inventário de estoque. Parte pela obrigatoriedade de informar os valores nas obrigações acessórias, e por sabermos da sua importância.

O inventário permite saber exatamente quantos e quais produtos estão disponíveis no estoque da empresa. É o processo de identificação, conferência da classificação e contagem dos produtos.

Sua aplicação é uma importante ferramenta para confrontar os dados registrados entre os controles da empresa e o estoque físico. Existem várias situações que podem implicar em erros, divergências e até fraudes no controle dos estoques, por isso a importância de realizar o inventário.

O inventário também ajuda a evitar desperdício, identifica o que precisa ser reposto, o que deve girar, consata perdas, deterioração ou perecimento e ainda aumenta a confiança dos controles.

Além da obrigatoriedade do cumprimento das obrigações acessórias contábeis e fiscais a falta de informações dos números resultantes do inventário de estoque implicam na cobrança de multas por parte do fisco e no risco de divergências no cruzamento de dados das obrigações acessórias.

Por isso, vamos lá!! Você ainda tem alguns dias para organizar o inventário de estoque. Este registro deve apresentar a realidade do seu estoque em 31/12/2018 essa informação deverá ser enviada para contabilidade.

Segue abaixo um resumo para auxiliá-lo na prática. Colocamos as informações que sua empresa precisa nos enviar:

Quem está obrigado: Devem considerar estas informações somente aquelas empresas que realizam atividade de comércio e mantêm estoque de mercadoria para revenda ou industrialização.

Empresas com sistemas: Os clientes que utilizam sistema para controle de estoque devem providenciar o arquivo do inventário no formato SPED.

Empresas com controles manuais: Aqueles que fazem controles manuais devem realizar o levantamento físico e registrar em planilha de Excel.

O que deve estar relacionado:

  • código do item do produto;
  • descrição do item;
  • unidade de medida do item (exemplo: litro, peça…)
  • NCM do item
  • quantidade do item
  • valor custo unitário do item (colocar o preço de custo da mercadoria e não preço de venda)
  • valor custo total do item
  • somatório total do inventário

Para as Indústrias: No caso das indústrias informar os produtos para industrialização e os produtos semiacabados e acabados.

Produtos em posse de terceiros:  Relacionar os produtos da sua empresa que estão em posse de terceiros, exemplo, produtos em remessa para industrialização. Como também o contrário, nos casos da sua empresa ter em seu estoque produtos de terceiros. Assim, as exigências do SPED serão atendidas.

 

Alertamos que não é necessário fazer levantamento do imobilizado, como também do estoque de itens de consumo.

IMPORTANTE: Enfatizamos que o inventário de estoque é indispensável e que somente será possível atender as obrigações acessórias se recebermos o arquivo em tempo hábil. Por isso, pedimos sua ajuda e atenção para nos enviar o arquivo com as informações relacionadas acima até no máximo o dia 10/01/2019.

Ficou com dúvidas? Por favor, faça contato conosco, podemos marcar um encontro para lhe orientar.

Contamos com sua atenção e ficamos à disposição!

ORSITEC ASSESSORIA CONTÁBIL E EMPRESARIAL S/S LTDA