Se algum dia alguém disser para você que as profissões de maior adrenalina do mundo são as de saltadores de penhascos, mergulhadores, ultramaratonistas, slackliners  ou basejumper, seja categórico em dizer: Meu filho. Você não sabe o que é ser contabilista.

E aí vão algumas demonstrações.

Reforma trabalhista: Publicada no Diário Oficial da União em 14 de julho de 2017, já veio com um enrosco. Só passaria a valer depois de 120 dias da publicação (14 de novembro de 2017). Beleza. Até aí não tinha muito problema. Mas aí os moços de Brasília viram que muita coisa na Lei não estava clara. Fizeram o que? Publicaram a tal de Medida Provisória n.° 808. Opa! Aí ficamos faceiros, porque tudo estava mais claro, começamos a orientar nossos clientes e tudo estava andando bem. Até quando? Até segunda feira última, dia 23 de abril. Sabe por quê? Porque a Medida Provisória perdeu a eficácia. Claro! Os moços de Brasília não estão com tempo pra votar nenhuma legislação importante porque tá todo mundo ocupado com outras coisas. E agora????  E as orientações que passamos com base na Medida Provisória? E como será daqui pra frente? É torcer.

Inutilização das expressões ME e EPP nos nomes empresariais quando de registros na Junta Comercial: Em 27 de outubro de 2016 uma Lei Complementar Federal revogou um artigo da Lei Complementar 123/2006 (a Lei do Simples Nacional) que mencionava a obrigatoriedade de usar as expressões ME e EPP nos nomes empresariais. Essa revogação passaria a ter vigência em 01/01/2018. Beleza.  Registramos alguns processos com ME e EPP em 2018 sem grandes problemas. Aí dia 7 de março de 2018 o Departamento de Registro de Comércio publicou uma Instrução Normativa dizendo que as Juntas Comerciais não registrariam mais atos com as expressões ME ou EPP, mas retroagiu essa regra ao dia 1º de janeiro. Então, enquanto a Instrução Normativa não tinha sido publicada, eles registravam, depois disso, não mais. Aí, para quem tinha feito um ato em janeiro de 2018 constando a expressão ME ou EPP, mas que só colocou na Junta Comercial em março porque demorou pra coletar as assinaturas dos sócios, terá que refazer o ato só pra tirar o ME ou EPP. Ah!!!! Mas tem a cereja do bolo. Para livros contábeis (Diário, por exemplo) eles até aceitaram com ME ou EPP até o dia 31 de março. Tá fácil, né? Quanto critério!

Redução do ICMS, em SC, de 17% para 12% – Opa! Todo mundo contente porque o Estado de Santa Catarina reduziu o ICMS nas operações internas de 17% para 12% (inclusive eu, claro, porque quero comprar tudo mais barato, afinal, sou italiana!). Mas e para os clientes e para os nossos procedimentos internos???? Nossa! Super fácil. Primeiro que essa a redução do ICMS foi através de uma medida provisória publicada em 11/04/2018, mas com vigência a partir de 01/04/2018, ou seja, retroativa. Oiii??? E as notas fiscais já emitidas????? Ahhhh! Mas fiquem tranquilos porque, como já falei várias vezes, tá fácil. Olhem só: Sexta feira passada, dia 20, o Estado publicou um “decretinho” amigo pra informar como as empresas (e nós, contabilistas, claro) devem proceder para pegar o dinheirinho que pagaram a mais nesse período da retroatividade. Fácil, fácil: O comprador tem que emitir uma nota para o vendedor só para “devolver” o crédito do imposto. Fácil, né? Imaginem isso para quem emite centenas de notas em um dia? E o controle desses créditos? Molezinha, não acham?

Então, pessoal, nossa profissão tem muito mais adrenalina do que as outras. É uma aventura única, cheia de aprendizado e conquistas e tem um brilho extraordinário. Sabem por quê? Porque do nosso esforço se originam:

  1. Relações de trabalho mais dignas (passamos sempre orientações corretas e éticas para os nossos clientes no que diz respeito as normas trabalhistas e previdenciárias).
  2. Melhores condições de vida para  a sociedade, uma vez que calculamos e orientamos o cliente a recolher os tributos conforme prevê a lei, e esses tributos são revertidos para saúde, educação, segurança (tá, pelo menos parte deles).
  3. Novos empregos e geração de renda para a sociedade, pois  uma contabilidade bem feita e estruturada é a base para a continuidade ou surgimento de novos empreendimentos.

Por esses e outros tantos motivos é que devemos ter muito orgulho da nossa profissão, sempre firmes e fortes no propósito de trabalhar com ética e dedicação.

Feliz dia do Contabilista para todos e obrigada pelo profissionalismo!!

Ps: listinha das profissões com mais adrenalina do mundo: https://www.redbull.com/br-pt/5-profissoes-mais-perigosas-do-mundo

 

Grande abraço!

Cíntia Luiza Provenzi

Contadora e Sócia da Orsitec.